quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Só Quero O Que É Meu

Ponto De Equilibrio

Composição: Lucas Kastrup Rehen
Nas ruas da cidade os homens continuam a lutar como dragões
Cuspindo fogo, canalizando negativas vibrações.
Estranhos semelhantes, disputando o poder
Dispostos, postos a derrubar, acostumados a se esconder.
Falsos e covardes tentando sugar dos demais
A força e a vida esquecida em seu interior.
Fracos invejosos, incapazes de apreciar
Qualidades e de reproduzir o amor.
Só quero o que é meu, não quero o de mais ninguém.
Só vou buscar o que deus me deu, eu não quero roubar o que é seu.
Ainda acredito que o bem pode se propagar,
Quando os homens deixarem o egoísmo de lado.
Reconquistarem a humildade e aprenderem a se respeitar.
Quebraremos as barreiras que nós mesmos erguemos, quando sinceramente apreciarmos os demais e a nós mesmos.
Ai, ai, ai a nossa própria história encontrará no caminho da verdade o sentido da vitória.
Só quero o que é meu, não quero o de mais ninguém.
Só estou indo buscar o que deus me deu, eu não quero roubar o que é seu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe a música te leva ;)